As imagens da Internet com direitos de autor

Em um determinado blogue, a autora, num aliviar de consciência de quem cumpre o seu dever, escreve que a imagem é “dali”. E eu fui “ali”, de seguida a investigar, e verifiquei que a imagem, afinal, era de “acolá”. E não fui mais longe porque me bastou.

A autora do blogue pensou que ao escrever que a imagem era dali, resolveu o problema dos direitos de autor das imagens na Internet. Ficou descansada e imune a quaisquer invectivas idiotas, porque sempre pode dizer que «a culpa não é minha, porque eu escrevi que a imagem era “dali”!. Cumpri o meu dever. A culpa é de quem escreveu que a imagem era de “acolá” e, afinal, acontece que a imagem era também “d’Acoli”! E como é que eu poderia saber que o “Acoli” tinha copiado a imagem de “Acoló”?!!!»

Na Internet, só há uma forma de garantir um mínimo de direitos de autor de uma imagem: através da marca de água e da informação no IPCT e no EXIF da imagem. Tudo o resto é idiotice.

imagem-retirada-daqui-2.jpg

Imagem com marca de água, e info EXIF e IPTC

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Geral com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a As imagens da Internet com direitos de autor

  1. Por acaso este texto serve-me muito bem. Aliás a carapuça… eheheh
    Porque, tal como a autora de determinado blogue, eu tinha esse hábito, também, mas com o link para o respectivo blogue autor da imagem ou pintura. O Sapo, nos últimos tempos alterou a plataforma e, em vez dos links irem parar à página do autor apresentam só a imagem, mas não será difícil seguir o “caminho” do endereço, para quem o quiser saber.
    Quem anda na blogosfera há muitos anos sabe perfeitamente que a maioria dos blogues não assinalavam a autoria das imagens. Iam passando de “mão em mão”´.
    Não referiam a autoria de fotografias e pinturas, tal como não referiam a autoria de poemas e textos. Isso vem de longe, não é de agora. Eu própria vi em dezenas de blogues palavras minhas assinadas por outros. Protestei, “rugi”, aborreci-me e para quê?
    Ou apagavam o post ou ignoravam, pura e simplesmente a minha, “reclamação”.
    Hoje as coisas estão diferentes. A tecnologia dos blogues mudou e as plataformas estão formatadas com muito maior acessibilidade.
    E muitas vezes ao colocar-se o “daqui” é uma forma de publicitar o local de origem.
    Não considero por obrigação do dever cumprido. Mas sim pela ética que conduz as minhas atitudes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s