Nunca usem a palavra “género” em lugar de “sexo”

Lindsay-Morris-lgbt-300-web.jpg «Over the past three years, photographer Lindsay Morris has been documenting a four-day camp for gender nonconforming boys and their parents.

The camp, “You Are You” (the name has been changed to protect the privacy of the children and is also the name of Morris’ series), is for “Parents who don’t have a gender-confirming 3-year-old who wants to wear high heels and prefers to go down the pink aisle in K-Mart and not that nasty dark boys’ aisle,” Morris said with a laugh.

It is also a place for both parents and children to feel protected in an environment that encourages free expression.

“[The kids] don’t have to look over their shoulders, and they can let down their guard. Those are four days when none of that matters, and they are surrounded by family members who support them,” Morris said.

Morris has stated that her photographic goal for the project is “to represent the spirit of these boys as they shine.” Some of the ways in which the kids shine is through the talent and fashion shows at camp that are popular and for which the campers come well-prepared.

Some practice for the talent show all year, and others create their own gowns with their mothers or friends of the family,” Morris said. “The focus and enthusiasm is really pretty incredible. Also, it can be very emotional for the parents, especially the families who are new to camp and are experiencing this kind of group acceptance for the very first time.”


As noções de género masculino e de género feminino só se utilizam em contexto gramatical Lobotomy-Required-300-web.png – por exemplo, a palavra “pai” é do género masculino, e a palavra “mãe” é do género feminino. Mas em biologia, género é o conjunto de indivíduos da mesma família biológica, que se pode, por sua vez, subdividir em espécies – por exemplo, os “géneros mineral, vegetal e animal”.

É incorrecto falar em “género masculino” ou “género feminino” no sentido biológico. Quando nos referimos ao homem e à mulher no sentido biológico, devemos falar em “sexo masculino” e “sexo feminino”.

A ideologia de género é um ataque cultural ao homem – obviamente entendido no sentido biológico de “sexo masculino” -, e é um ataque cultural à procriação natural no sexo feminino. Uma mulher que recuse um relacionamento heterossexuado que tenha como consequência o acto de parir, está sempre em conformidade com a ideologia de género.

Mas o ataque da ideologia de género ao homem é muito mais profundo e nefasto: pretende colocar em causa a própria essência biológica masculina – e, por isso, determinada pela Natureza – através de um processo de lobotomia que leve a um castramento psicológico.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Politicamente correcto com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s