Os nanóides morais do Partido Social Democrata

 

O governo prepara-se para cortar nas pensões de sobrevivência dos idosos e viúvos, para economizar 100 milhões de euros por ano. Compreende-se. Afinal, o estado já não tem mais por onde reduzir a sua despesa, e precisa de gerir parcimoniosamente todos os seus escassos recursos, a fim de manter os seus serviços sociais básicos, sem os quais não cumprirá as suas funções sociais mais elementares.”

Em primeiro lugar, “Estado” escreve-se com maiúscula — porque, de outro modo, não poderíamos saber o estado a que o Estado chegou…!

Em segundo lugar, esta posição dos blasfemos é ainda pior do que a do Bloco de Esquerda, porque o Estado gasta com abortos cerca de 100 milhões de Euros por ano.

Ao menos, o Bloco de Esquerda é coerente: “não há cortes para ninguém!”. Em contraponto, os blasfemos do PSD do Pernalonga defendem cortes para as reformas em 100 milhões de Euros, mas não colocam nem sequer a hipótese de quem aborta pagar o seu abortozinho…

Por isso é que este Partido Social Democrata de Passos Coelho (e dos blasfemos) é muito mais perigoso do que a esquerda radical — porque dá uma no cravo e outra na ferradura, esconde-se por detrás de uma incoerência ética total, são uma espécie de nanóides morais.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Politicamente correcto com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s