Os “tolerantes” gayzistas atacam de novo o Arcebispo de Bruxelas

 

O Monsenhor Andrè-Joseph Leonard, Arcebispo de Bruxelas, foi atacado pela terceira vez pelos “tolerantes” gayzistas (ver vídeo). Durante uma conferência na Universidade Católica de Bruxelas, activistas políticos gayzistas munidos de uma bandeira da Gaystapo (o símbolo da Ingaysição), interromperam a conferência e atiraram uma tarte à cara do Arcebispo.

A líder do partido democrata-cristão belga, Christine Boutin (69 anos), que é conhecida pela sua oposição ao “casamento” gay, discursava no momento em que agentes femininos da Al Gayeda com os “marmelos” ao léu, roçaram, com toda a impudicícia, as respectivas “prateleiras” na vetusta senhora como se ela fosse uma barregã como elas.

A segunda vez que as prostiputas lésbicas da Gaystapo, acolitados por fanchonos de alto coturno, atacaram o Arcebispo de Bruxelas foi em Abril deste ano; e a primeira vez foi em 2011.

O ataque ao Arcebispo de Bruxelas deveu-se à posição pública e publicada do dito contra a eutanásia de crianças. As galdérias lésbicas da Ingaysição não gostaram que o Arcebispo Leonard assumisse uma posição contra o assassínio de crianças, e vai daí, as vagabundas do Salafismo Gay e os abafa-palhinhas abichanados da Gaystapo trataram de demonstrar publicamente a sua “tolerância”.

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Homofascismo com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s