Segundo papa Bergoglio, S. Paulo privatizou a salvação

 

Segundo o papa Bergoglio, S. Paulo fazia parte de uma “elite eclesiástica” que privatizou a fé e não seguiu o caminho de Jesus. Ao não se misturar com os pagãos — afirma o papa —, S. Paulo privatizou a fé e a salvação.

O messias

O papa Bergoglio “afirmou” que ele (o papa) sabe o que Jesus Cristo pensava acerca da salvação, e que, implicitamente, S. Paulo estava errado. Segundo o papa Bergoglio, Jesus Cristo não salvou o ser humano enquanto pessoa, mas antes enquanto horda — ou seja, segundo o papa Bergoglio, para Jesus Cristo era mais importante a comunidade do que a pessoa, e por isso é que S. Paulo estava errado.

Para o papa Bergoglio, não existem pagãos, ateus, agnósticos, muçulmanos, budistas, etc..: são todos cristãos e católicos. Nunca Jesus Cristo fez qualquer distinção entre fariseus e saduceus, por exemplo. Ora, quando S. Paulo distinguiu os pagãos dos cristãos, incorreu em erro grave. Por isso é que o papa Bergoglio se apresenta como o messias que vem resgatar os erros de S. Paulo, reescrever as Escrituras e aproximar a Igreja Católica do verdadeiro caminho de Jesus Cristo.

Segundo o papa Bergoglio, a Igreja Católica esteve errada durante dois mil anos, e é ele a quem Deus e Jesus Cristo incumbiram a missão de reconduzir a Igreja transviada pelos erros do homem.

Por fim, o papa Bergoglio diz que não devemos julgar os outros, e que apenas e só ele tem o direito de julgar os outros quando diz que “não devemos julgar os outros” — porque ele é o messias. Sendo o papa Bergoglio o messias e o profeta, ele tem o exclusivo sobre qualquer juízo crítico. E como S. Paulo não era nem messias nem profeta, cometeu o erro de julgar os pagãos e até de criticar alguns cristãos que se comportavam de maneira abstrusa. Ora, isso vai contra a salvação.

Portanto, a salvação cristã é para todos — pagãos, ateus, agnósticos, budistas, animistas, radicais islâmicos, Al Qaeda, abortistas, gayzistas, etc.. Assim como toda a gente tem direito a uma casa dada pelo Estado, ou tem direito a que o Estado dê empregos, assim a salvação é para toda a gente — incluindo o gato do vizinho.

E, neste sentido, o Vaticano e a Igreja Católica deixam de fazer sentido, e o messias papa Bergoglio veio à  Terra para acabar com a iniquidade da Igreja Católica, dissolvê-la segundo o caminho de Jesus Cristo, e denunciar S. Paulo como principal herege e traidor à  causa de Jesus Cristo.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Igreja Católica com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s