O Rerum Natura do Carlos Fiolhais, a satireta e o sátiro

 

satiroO blogue Rerum Natura, de Carlos Fiolhais  e comandita, critica os “gurus de cafés” e convida os leitores a assistir a uma conferência sobre “liberdade de expressão” e a defesa do direito à sátira, em que uma das palestrantes é … Fernanda Câncio!

Já estou como o Sá de Miranda: “M’espanto às vezes, outras m’avergonho…”

Deve haver ali uma confusão no Rerum Natura, porque “sátira” não é a mesma coisa que “satireta” [sátira de pouco merecimento]. A sátira, como crítica social, tem sempre muito de racional e de razoável; satireta é outra coisa.

Ademais, não devemos confundir — como confunde o Rerum Natura — “satirista” (que é o autor da sátira propriamente dita), por um lado, com “sátiro” (que é um semi-deus pagão com pés e pernas de bode, libidinoso e cínico, devasso e dissoluto).

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Política, Politicamente correcto com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s