O homem sem qualidades

 

homem-sem-qualidades-web

“Tenho para mim a regra daquilo que escrevi um dia sobre Santana Lopes, e que repito para Passos Coelho: por maus que sejam, não se chega a uma função desta natureza sem qualidades. Podem ser qualidades negativas, podem servir o mal e não o bem, podem coexistir com defeitos igualmente intensos e anular-se entre si, mas alguma coisa há.” (A insustentável leveza do “ser” )

Anúncios
Esta entrada foi publicada em A Vida Custa com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s