Os "católicos fervorosos" e o ataque ad Hominem

 

As minhas críticas ao “papa Francisco” começaram logo depois do golpe-de-estado no Vaticano e com o cisma esquerdista na Cúria romana. Naquela altura, os “católicos fervorosos” não aceitavam qualquer crítica ao “papa Francisco”, e como vemos aqui, utilizaram expedientes retóricos para dissolver quaisquer críticas razoáveis ao “papa Francisco”.

Por exemplo, diziam que eu teria dito que “Jesus Cristo não é Deus”, quando o que eu disse é que “Jesus Cristo não é O Deus”. Retiraram o “O” da equação. É tempo agora de voltar ao assunto, uma vez que só um burro ainda não viu quem é o “papa Francisco”.

Se a Igreja Católica tem que fazer reformas, como defende o “papa Francisco” e o Frei Bento Domingues, terá que as fazer na doutrina e não na prática política como defendem os “católicos fervorosos” com a teoria do Aquecimento Global Antropogénico adoptada pelo “papa Francisco”.

O catecismo da Igreja Católica é claro: na alínea 689 diz explicitamente que “a fé da Igreja professa também a distinção das Pessoas”.

As pessoas são distintas. Portanto, afirmar que “Jesus Cristo é o próprio Deus (O Pai)”, é não fazer a distinção entre as pessoas da Santíssima Trindade.

Os “católicos fervorosos” modernos falam da Santíssima Trindade mas não fazem a mínima ideia da origem do dogma.

O conceito de Trindade é tão antigo quanto o orfismo e o pitagorismo. Mas foi com o neoplatonismo que assumiu uma clareza racional através do conceito de “emanação”. A metafísica do pagão Plotino começa com uma Santa Trindade: O Uno, Espírito e Alma; não são iguais como as pessoas da Trindade cristã: o Uno é supremo, depois o Verbo ou Espírito, e por fim a  Alma. A Trindade não é uma originalidade católica; o que é original na doutrina católica é a igualdade das três Pessoas da Trindade.

Ian_stevenson-webOs primeiros cristãos, incluindo os primeiros padres (período histórico também conhecido por “patrística”), até ao Concílio de Niceia no ano de 325 d.C (estamos a falar de três séculos depois de Cristo), adoptaram geralmente a noção de Trindade de Plotino, ou seja, uma Trindade em que havia uma hierarquia e não uma igualdade entre as Pessoas.

Por exemplo, Orígenes dizia que o Verbo (Jesus Cristo) olha constantemente para o Pai para que o mundo não se extinga no olvido; há neste conceito uma real subalternização do Filho em relação ao Pai, o que coincide com a Trindade de Plotino. Esta foi uma das heresias por que Orígenes foi condenado no Concílio de Niceia, entre outras, por exemplo:

Orígenes defendia a preexistência das almas (como ensinava Platão e Plotino), o que foi considerado uma heresia pelo Concílio de Niceia. Hoje, até a ciência já estuda o fenómeno da preexistência das almas, por exemplo através do professor universitário Ian Pretyman Stevenson e seus colaboradores, como por exemplo, o seu discípulo Jim B. Tucker. Ou seja, hoje é a própria ciência a dar um sinal claro de que Orígenes provavelmente tinha razão e que a doutrina da Igreja Católica saída do Concílio de Niceia não estaria totalmente certa.

Se a Igreja Católica tem que fazer reformas, como defende o “papa Francisco” e o Frei Bento Domingues, terá que as fazer na doutrina e não na prática política como defendem os “católicos fervorosos” com a teoria do Aquecimento Global Antropogénico adoptada pelo “papa Francisco”.

E uma das reformas doutrinárias da Igreja Católica será a de aceitar a preexistência das almas que a própria ciência já investiga — sob pena de termos um novo “caso Galileu” dentro em breve.

Portanto, em função do catecismo da Igreja Católica, dizer que “Jesus Cristo é o próprio Deus” é, em minha opinião, inaceitável. Devemos dizer que “Jesus Cristo é divino porque consubstancial ao Pai (Deus)”.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Igreja Católica. ligação permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s