A análise das eleições autárquicas feita por um camelo que dá pelo nome de Fernando Rodrigues

“André Ventura e o Chega tiveram algumas derrotas importantes. Não conseguiu ganhar Moura, uma grande derrota para André Ventura sem dúvida. Não conseguiu outro grande objectivo – captar em força os abstencionistas; não consegui outro objectivo – eleger 2 vereadores em Lisboa. Não teve grandes resultados em lugar nenhum. Não conseguiu ficar em terceiro a nível nacional, ficando em sexto lugar e teve resultados fraquíssimos noutros.

Resumindo a primeira grande derrota de André Ventura e do Chega. Outras se seguirão.”

A primeira análise do camelo das Eleições Autárquicas 2021


1/ Para o referido camelo, um partido que ainda há dois anos praticamente não existia acabou por “ser derrotado” nas primeiras eleições autárquicas a que concorreu. Para aquele animal, o CHEGA não necessita de pontos de referência no passado para se avaliarem os resultados presentes.

“O Bloco de Esquerda teve um bom resultado no Porto, conseguindo tirar a maioria à coligação de Direita Liberal de Rui Moreira disfarçado de Independente o que é um feito assinalável e manteve o vereador em Lisboa, aumentando o número de votos. Continua o seu caminho de implementação a nível local em termos nacionais que já devia ser mais elevada. Resumindo no global um mau resultado.”

pass-auf-ao-burro-web2/ Para aquele quadrúpede ruminante, e em contraponto aos alegados “maus resultados do CHEGA”, o Bloco de Esquerda (que já anda na política nacional há mais de duas décadas) “teve alguns bons resultados” — embora tivesse metade dos votos dos do CHEGA, a nível nacional. A isto chama-se “uma análise à moda de José Pacheco Pereira”.

3/ Para aquela cavalgadura com gibas no dorso, “o CHEGA ficou em sexto lugar a nível nacional” (e a grande besta diz que isso é muito mau!), quando sabemos que as coligações partidárias não são, em si mesmas, partidos políticos (por exemplo, a coligação PSD/CDS não é um partido político), e o movimento GRUPO DE CIDADADÃOS também não é um partido político.

Ou seja, em boa verdade, o CHEGA foi o quarto partido mais votado a nível nacional — a seguir ao Partido Socialista, ao PSD e ao Partido Comunista.


Vai ser necessário censurar ainda mais o André Ventura. Aconselho o camelo, a Esquerda e a Direita “fofinha” a proibirem (por decreto-lei do monhé) a entrada do André Ventura na assembleia da república. Não haverá melhor censura que esta.

Esta entrada foi publicada em Esta gente vota com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s